Home » Alcolumbre trava pauta da CCJ e desagrada oposição no Senado

Alcolumbre trava pauta da CCJ e desagrada oposição no Senado

por Agora Noticias Brasil
0 Comente
alcolumbre-trava-pauta-da-ccj-e-desagrada-oposicao-no-senado

Depois de pautar projetos como o do marco temporal e a PEC que limita decisões de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), o senador Davi Alcolumbre (União-AP) resolveu travar pautas polêmicas na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). A movimentação ocorre em meio às articulações para concorrer a presidência do Senado em fevereiro do ano que vem.

Nesta quarta-feira, 6, por exemplo, Alcolumbre presidiu pela primeira vez uma reunião do colegiado neste ano. Até então, o senador havia se ausentado dos dois encontros realizados pela CCJ. A participação dele ocorreu um dia após o encontro com o presidente Lula (PT) no Palácio da Alvorada.

 

Nessa estratégia, o presidente da CCJ já indicou que pretende segurar a votação de propostas como a as PECs que criminaliza as drogas e a que trata sobre o mandato de ministros para o STF. Como mostramos, o projeto sobre as drogas entrou em compasso de espera por meio do aval do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

A condução de Alcolumbre na CCJ, no entanto, tem gerado críticas por parte dos senadores. Nesta terça 5, durante discussão na Comissão de Segurança Pública (CSP) do Senado, Styvenson Valentim (Podemos-RN) chamou o colegiado de “poço sem fundo”.

“É bom fazer essa alteração agora, porque na CCJ vai cair lá no poço sem fundo e não vai ser discutido”, disse Styvenson diante de uma sugestão de ajuste em um projeto que trata da criminalização da corrupção privada.

O presidente da CSP, Sérgio Petecão (PSD-AC), defendeu que Alcolumbre seja cobrado sobre a relevância do tema.

“Aqui é uma correria, trabalhamos e não faltamos um dia. Aí o projeto vai e estanca na CCJ, o que não tem sentido. Temos que marcar urgentemente uma conversa com o presidente da CCJ para que aos projetos ele possa dar continuidade, porque senão não tem sentido o trabalho que está sendo feito aqui”, avaliou.

l

Opositor declarado do presidente da CCJ, o senador Alessandro Vieira (MDB-SE) criticou a atuação de Alcolumbre. “A CCJ na presidência de Alcolumbre funciona da mesma forma que ele conduziu a presidência do Senado: apenas para atender a interesses pessoais dele”, disse.

 

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

Nossa Casa TV © Todos direitos reservados