Home » Campanha mundial de Voluntários busca Assistência aos Detidos de 8 de Janeiro

Campanha mundial de Voluntários busca Assistência aos Detidos de 8 de Janeiro

por Agora Noticias Brasil
0 Comente
campanha-mundial-de-voluntarios-busca-assistencia-aos-detidos-de-8-de-janeiro

Voluntários originários do Brasil, França e Alemanha deram início a uma campanha global com o objetivo de prestar auxílio às famílias dos prisioneiros do dia 8 de janeiro. Até o presente momento, já foram adotadas 40 famílias que estão sendo beneficiadas com assistência financeira fornecida pelos voluntários. Na quinta-feira, dia 8, os líderes do movimento realizaram um evento ao vivo para promover a campanha “Adote um Patriota” e angariar apadrinhamentos para mais 25 famílias que aguardam na lista de espera.

Samia Sittel-Faraj, encarregada da Liga Conservadora Brasil-Alemanha, um dos grupos que endossa a campanha, comunicou à Gazeta do Povo que os detidos eram indivíduos “que tinham emprego e estabilidade, mas foram empobrecidas em todos os níveis e agora enfrentam problemas financeiros, emocionais, espirituais e físicos”.

  • Siga o canal “AGORA NOTÍCIAS BRASIL” no WhatsApp

A ativista relata que a liga conservadora tem suas redes sociais visualizadas por pessoas globalmente, com uma presença especialmente forte na Alemanha. Isso possibilitou a obtenção de apoio para 40 famílias em pouco mais de um mês. “Eles estão com as contas bloqueadas, e muitos não têm nem como comprar comida ou pagar uma conta de luz”, declara Samia, uma empresária residente na Alemanha há 18 anos.

De acordo com Samia, um movimento similar na França também contribui para a disseminação de informações sobre os prisioneiros do dia 8 de janeiro e para a busca de auxílio. “Começamos antes do Natal e fomos fazendo a ponte entre famílias que precisavam de ajuda e voluntários que queriam ajudar”, disse Aurea Rocha, colaboradora da campanha e residente em Paris, durante uma transmissão ao vivo.

Aurea, que administra a página do Movimento Franco Brasileiro, iniciou a divulgação de situações de detentos do 8 de janeiro que se encontravam doentes e desprovidos de recursos financeiros.

Como contribuir para apoiar as famílias de presos do 8 de janeiro

A advogada Tanieli Telles e a jornalista Ana Maria Cemin têm selecionado as famílias necessitadas de assistência. Um vídeo no Instagram mostra as quatro mulheres discutindo a campanha.

Tanieli conseguiu lidar com quase 180 situações de detentos desde o dia 8 de janeiro. Os participantes voluntários não aceitam dinheiro de quem deseja contribuir. O apoio é encaminhado diretamente para a família necessitada.

  • Como evitar golpe do Pix e se prevenir de outros crimes no Carnaval
  • Governo Tarcísio afasta militar alvo da Operação Tempus Veritatis

Para proceder, deve-se enviar um e-mail para o endereço [email protected], fornecendo a quantidade que pode ser doada a cada mês. Após receberem essa informação, as voluntárias irão facilitar o contato entre o padrinho e a família. As informações são da Revista Oeste.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

Nossa Casa TV © Todos direitos reservados