Home » Comandante da Aeronáutica sobre apoio ao governo: “Temos que apoiar a política do momento”

Comandante da Aeronáutica sobre apoio ao governo: “Temos que apoiar a política do momento”

por Agora Noticias Brasil
0 Comente
comandante-da-aeronautica-sobre-apoio-ao-governo:-“temos-que-apoiar-a-politica-do-momento”

O comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno, defendeu o apoio ao governo Lula e destacou a necessidade de investimentos nas Forças Armadas. Em entrevista ao jornal O Globo, Damasceno afirmou que “temos que apoiar a política do momento” e que a Força Aérea se manteve isenta durante o governo Bolsonaro.

Ao ser perguntado pelo jornal se ainda existe desconfiança entre as Forças Armadas e o Presidente Lula, o militar respondeu:

  • Siga o canal “AGORA NOTÍCIAS BRASIL” no WhatsApp

“…Não temos desconfiança de nada. Há uma grande confiança entre os dez do Alto Comando. Temos que trabalhar em apoio ao governo. Não tive nenhum movimento dentro da Força em que tivesse que tomar medida disciplinar por conta do momento político.

Não podemos nos envolver diretamente com a política, mas temos que apoiar a política do momento…”
Damasceno disse ter uma relação “muito urbana” com Lula e que o presidente tem “grande interesse em fortalecer as Forças Armadas”. Ele citou como exemplo a intenção de Lula em investir em projetos estratégicos como o desenvolvimento de uma turbina nacional para aeronaves, iniciativa que, segundo o comandante, colocaria o Brasil em um grupo seleto de países com essa tecnologia.

O comandante também se manifestou sobre as investigações da Polícia Federal (PF) sobre militares suspeitos de participarem de uma tentativa de golpe no país. Ele defendeu uma “investigação completa” e garantiu que, caso seja comprovada a participação de integrantes da Aeronáutica, haverá punição. “Qualquer coisa que fira nossos diplomas disciplinares será punida”, disse.

Damasceno também abordou outros temas na entrevista, como a compra de novos caças Gripen da Suécia, a ampliação da base de lançamentos de Alcântara no Maranhão e a criação de hospitais de campanha para auxiliar no combate à dengue.

Alguns destaques da entrevista:

Apoio ao governo: “Temos que apoiar a política do momento. Não podemos deixar de ser felizes por quatro anos, esperando que o candidato A ou B se reeleja ou se eleja. A nossa atividade independe de governo. Somos força de Estado.”

Relação com Lula: “A minha relação com o presidente sempre foi muito urbana. Ele tem um grande interesse em fortalecer as Forças Armadas.”

Investimentos nas Forças Armadas: “O presidente Lula tem grande interesse em projetos estratégicos para as Forças Armadas, como o desenvolvimento de uma turbina nacional para aeronaves.”

Investigações da PF: “O Comando da Aeronáutica coaduna com a necessidade de uma investigação completa, garantindo a ampla defesa e o contraditório a todos os envolvidos. Qualquer coisa que fira nossos diplomas disciplinares será punida.”

Compra de caças Gripen: “Os 36 caças são um número que não nos atende. Trabalhamos na possibilidade de ampliar o lote porque o contrato permite ampliação de 25% ou redução na mesma proporção.”

Base de lançamentos de Alcântara: “Não houve entendimento com os representantes da comunidade quilombola na última reunião. Mas precisamos continuar negociando.”

Hospitais de campanha: “Estou preparando meu pessoal no Rio de Janeiro para que gente possa operar lá. Ainda não houve demanda, mas estamos prontos para ajudar.”

Revista Militar

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

Nossa Casa TV © Todos direitos reservados