Home » Foragido há quase 20 anos, um dos criminosos mais procurados do país é preso em São Paulo

Foragido há quase 20 anos, um dos criminosos mais procurados do país é preso em São Paulo

por Agora Noticias Brasil
0 Comente
foragido-ha-quase-20-anos,-um-dos-criminosos-mais-procurados-do-pais-e-preso-em-sao-paulo

Conhecido como “Dako”, Jakson Oliveira Santos, de 44 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira (07) em uma casa de luxo em Valinhos, no bairro Vale Verde, em São Paulo (SP).

“Dako” é um dos criminoso mais perigosos do país, de acordo com uma lista do governo brasileiro dos 10 mais procurados recentemente atualizada.

A prisão dele foi feita por uma força-tarefa envolvendo o 1° Batalhão de Ações Especiais de Polícia (BAEP) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público.

Os agentes apreenderam uniformes camuflados, documentos falsos, uma pistola 9 mm, diversas munições, além de celulares, luvas e equipamentos eletrônicos.

Os policiais também localizaram acessórios para fuzis e uma porção de maconha.

“Dako” estava dormindo e não resistiu à prisão. Ele foi preso em flagrante por uso de documentos falsos, porte ilegal de arma de fogo e porte de drogas para uso pessoal.

O criminoso é apontado como um dos principais articuladores de um dos núcleos especializados em mega-assaltos e nos ataques contra forças policiais em 2006.

Segundo o Gaeco de Campinas, “Dako” já tinha uma condenação por associação ao tráfico de drogas e já foi denunciado por um homicídio ocorrido em Campinas, além disso, ele tinha mandados de prisão pendentes por roubo.

De acordo com os promotores, o criminoso levava uma vida estável e de regalias no interior paulista.

“Dako” emitiu um documento falso, no qual se intitulava “Jakson de Souza”, com o qual tirou uma CNH e criou um CNPJ para uma empresa.

O criminoso chegou a cumprir pena em Minas Gerais por roubo a banco e estava preso por tráfico de drogas na penitenciária de Casa Branca, em São Paulo, mas não retornou após ser beneficiado com a saída temporária, em 2005.

Após a prisão, “Dako” foi para a Delegacia de Polícia de Valinhos. O material genético do preso foi colhido e para ser usado na identificação de “Dako” em outros crimes.

 

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

Nossa Casa TV © Todos direitos reservados