Home » Foragido, suspeito em execução de advogado no RJ foi nomeado para cargo na Alerj após o crime

Foragido, suspeito em execução de advogado no RJ foi nomeado para cargo na Alerj após o crime

por Agora Noticias Brasil
0 Comente
foragido,-suspeito-em-execucao-de-advogado-no-rj-foi-nomeado-para-cargo-na-alerj-apos-o-crime

Alvo de um mandado de prisão sob suspeita de ter participado da execução do advogado Rodrigo Marinho Crespo há uma semana, Eduardo Sobreira Moraes, agora foragido, está nomeado para um cargo na Assembleia Legislativa (Alerj). Ele teria sido um dos responsáveis por vigiar Crespo antes da execução, em parceria com o PM Leandro Machado da Silva, que também está sendo procurado pela Polícia Civil fluminense.

Na Alerj, Eduardo tinha salário de R$ 2,1 mil e atuava no Departamento de Patrimônio. A nomeação dele para um cargo de auxiliar nessa área da Casa consta no Diário Oficial do Estado da última sexta, 1º. A assinatura da nomeação aconteceu na véspera, 29, e foi feita pelo presidente da Alerj, Rodrigo Bacellar, e pelo primeiro secretário da Mesa Diretora, Rosenverg Reis.

Essa movimentação sucedeu o crime contra Crespo: Eduardo ganhou o cargo em questão três dias após o assassinato do advogado, baleado pelo menos onze vezes na Avenida Marechal Câmara, na região das sedes estaduais da OAB, do MP e da Defensoria Pública.

(Atualização às 17h20m: A Alerj enviou nota em que afirma que Bacellar, presidente da Casa, tornou sem efeito a nomeação de Eduardo Moraes “antes mesmo de ter sido realizada a posse”. A exoneração consta em edição extra do Diário Oficial do Estado).

O Globo

 

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

Nossa Casa TV © Todos direitos reservados