Home » Governo Lula recua sobre exigir visto a americanos

Governo Lula recua sobre exigir visto a americanos

por NCTV
0 Comente

Uma falha de planejamento do governo obrigou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a adiar, nesta 5ª feira (4.jan.2024), a exigência de vistos para viajantes dos Estados Unidos, do Canadá e da Austrália. Leia abaixo como fica:

  • quando entraria em vigor – 10 de janeiro de 2024;
  • como ficou com o 2º adiamento – 10 de abril de 2024.

O decreto foi publicado nesta 5ª feira em edição extra do Diário Oficial da União. Leia a íntegra do texto (PDF – 1 MB).

A justificativa do governo para o adiamento é não afetar a atividade turística brasileira, principalmente em um período de alta temporada.

No entanto, o que ocorre é que consulados nos EUA, no Canadá e na Austrália não estão dando conta de suprir a demanda. Milhares de norte-americanos e canadenses estão tendo dificuldades para obter o visto a tempo de viajar para o Brasil.

No sistema atual, uma empresa terceirizada monta um sistema on-line para receber de viajantes que desejam vir ao Brasil foto e documentos exigidos. Os consulados brasileiros nos países recebem tudo pronto e devem só validar ou não. Não podem contestar imprecisões ou pedir por mais documentos, como, por exemplo, uma foto dentro do padrão requisitado pelo Itamaraty.

O planejamento do governo brasileiro não levou em conta a demanda e a necessidade de fornecer vistos com rapidez.

Poder360 apurou haver problemas com o sistema online que coleta os documentos dos requerentes para vistos brasileiros. O governo, entretanto, nega qualquer instabilidade. A licitação teria seguido todas as regras e prazos previstos, e que o sistema estaria funcionando “sem problemas” desde dezembro de 2023.

“A prorrogação tem como intenção a conclusão do processo de implementação do sistema e evitar o início da implementação em período próximo à alta temporada de viagens de fim e início de ano. A intenção é garantir uma introdução segura para a medida, sem consequências para o setor de turismo”, afirmou o Planalto em nota.

ENTENDA

O governo de Jair Bolsonaro (PL) havia derrubado unilateralmente em 2019, por meio do decreto 9.731, a exigência de vistos para viajantes dos Estados Unidos, do Canadá, da Austrália e do Japão. Disse que isso ajudaria a incrementar o turismo internacional no Brasil.

A decisão do governo Lula de exigir vistos para EUA, Canadá e Austrália deveria ter entrado em vigor em 1º de outubro de 2023. O prazo foi adiado para 10 de janeiro. Motivo: burocratas brasileiros não conseguiram dar conta dessa demanda. Agora, ficou para 10 de abril.

A decisão não vale para o Japão.

O governo japonês anunciou em maio de 2023 que avaliava retirar a exigência de visto para brasileiros. Tóquio confirmou a decisão em agosto de 2023, válida a partir de 30 de setembro e apenas para viagens de até 90 dias. De maneira recíproca, o Brasil deixou de exigir visto para japoneses.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

Nossa Casa TV © Todos direitos reservados