Home » Justiça decreta prisão do deputado Zé Trovão por dívida de pensão

Justiça decreta prisão do deputado Zé Trovão por dívida de pensão

por Agora Noticias Brasil
0 Comente
justica-decreta-prisao-do-deputado-ze-trovao-por-divida-de-pensao

A Justiça decretou a prisão do deputado federal catarinense Zé Trovão (PL) nesta sexta-feira (28/6). Conforme apurado pela reportagem do AN, a decisão acontece após o político não pagar a pensão alimentícia. A decisão é da comarca de Joinville.

O mandado de prisão, porém, ainda não foi emitido, já que a defesa da ex-esposa do político tem até cinco dias para atualizar o valor da dívida, que não foi divulgado. Após, o mandato de prisão já é emitido.

  • Conta de luz volta a ter cobrança de taxa extra após mais de dois anos
  • Supremo dos EUA decide a favor de acusados de invadir o Capitólio
  • STF dá 15 dias para Erika Hilton explicar post sobre Michelle

À reportagem do AN, o advogado Fábio Daüm, que faz a defesa de Zé Trovão, suspeita que houve um erro de cálculo por parte da Câmara dos Deputados ao descontar automaticamente parte do salário do político para a pensão.

Segundo ele, o valor descontado equivale a 17,5% ou 4,5 salários mínimos, mas o desconto automático estava com déficit. Fábio argumenta que o deputado não sabia dessa questão.

— Nunca fomos notificados sobre isso. Fomos pegos de surpresa. A obrigação é do deputado pagar, mas nunca soubemos desse erro de cálculo — explica.

O advogado ressalta que Zé Trovão fazia pagamentos de aproximadamente R$ 5 mil mensais, quando, na verdade, deveria ser quase R$ 6 mil. Ao saber do possível erro de cálculo, acúmulo dos pagamentos e da decisão judicial desta sexta-feira, o político pagou, entre 19h40min e 20h06min, R$ 5,2 mil ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina. Conforme a defesa, equivale ao dinheiro do déficit.

Ele enviou ao AN os comprovantes de pagamento da dívida que motivou o decreto de prisão.

Fábio ainda pontua que o montante foi pago em apenas uma vez porque a Justiça não acatou o pedido de compensação mensal. Com os pagamentos, o TJ-SC deve anular o decreto de prisão contra o deputado federal.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

Nossa Casa TV © Todos direitos reservados