Home » Lula comenta a morte de Navalny: “Para que essa pressa de acusar alguém?“ | CNN Brasil

Lula comenta a morte de Navalny: “Para que essa pressa de acusar alguém?“ | CNN Brasil

por Leo Lopes
0 Comente
lula-comenta-a-morte-de-navalny:-“para-que-essa-pressa-de-acusar-alguem?“-|-cnn-brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se manifestou, neste domingo (18), pela primeira vez sobre a morte de Alexei Navalny, o principal opositor do presidente russo Vladimir Putin, que morreu em uma prisão na Sibéria na última sexta (16).

Questionado pelo enviado especial da CNN à Etiópia, Américo Martins, Lula disse que o atraso brasileiro para se manifestar oficialmente sobre o ocorrido é uma “questão de bom senso”.

“Se a morte está sob suspeita, temos que primeiro fazer uma investigação para saber do que o cidadão morreu”, disse o presidente durante coletiva de imprensa que encerrou sua viagem oficial na capital etíope de Adis Abeba.

Lula defendeu a espera por determinação de médicos legistas russos “para poder fazer um pré-julgamento”.

“Senão você julga agora que foi não sei quem que mandou matar e não foi. Depois você vai pedir desculpas? Para que essa pressa de acusar alguém”, questionou o presidente.

Ele ainda afirmou que está aguardando há seis anos a determinação do mandante do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes: “E não estou com pressa de dizer quem foi que matou. Eu quero achar. Não quero especulação.”

“Então, o cidadão [Navalny] morreu na prisão. Eu não sei se ele estava doente, não sei se ele tem algum problema”, continuou Lula, fazendo paralelo com a morte de um homem no voo que levou os ministros brasileiros para a Etiópia.

“A gente vai culpar quem? Tem que fazer a perícia para depois dizer o seguinte: ‘Olhe, esse cara teve tal coisa e morreu.’ Porque senão é banalizar uma acusação”, acrescentou.

“Eu até compreendo os interesses de quem acusa imediatamente: ‘Foi fulano.’ Mas não é o meu mote. Eu espero o legista que vai fazer o exame”, concluiu Lula.

Principal opositor de Putin morreu em colônia penal

Navalny ficou inconsciente e morreu na sexta-feira após uma caminhada na colônia penal siberiana “Polar Wolf”, cerca de 1.900 quilômetros a nordeste de Moscou, onde cumpria pena de três décadas.

Os líderes ocidentais prestaram homenagem à coragem de Navalny e, sem citar provas, acusaram o presidente Vladimir Putin de ser o responsável pela morte.

  • 1 de 10

    Alexei Navalny em uma cama de hospital, em Berlim, na Alemanha, com a esposa e seus dois filhos durante seu tratamento após ser envenenado.

    Crédito: Handout/Anadolu Agency via Getty Images

  • 2 de 10

    Alexei Navalny durante audiência em Moscou

    Crédito: 22/8/2019 REUTERS/Evgenia Novozhenina

  • 3 de 10

    Alexei Navalny em Moscou

    Crédito: 21/12/2011 REUTERS/Denis Sinyakov

  • 4 de 10

    Alexei Navalny

    Crédito: REUTERS

  • 5 de 10

    Líder da oposição russa Alexei Navalny em videoconferência durante audiência judicial em Moscou

    Crédito: 31/05/2023 Tribunal da Cidade de Moscou/Divulgação via REUTERS

  • 6 de 10

    Tribunal russo na abertura de um caso contra Navalny

    Crédito: Navalny, advogados e outros participantes são vistos em vídeo link durante audiência externa de tribunal de Moscou na colônia penal onde o líder de oposição está preso19/06/2023REUTERS/Evgenia Novozhenina

  • 7 de 10

    Frame do documentário “Navalny”, produção da CNN, que venceu o Oscar de Melhor Documentário

    Crédito: CNN

  • 8 de 10

    Alexei Navalny, principal opositor do governo do Kremlin

    Crédito: Reuters

  • 9 de 10

    Alexei Navalny

    Crédito: Foto: Instagram/ Reprodução

  • 10 de 10

    Alexey Navalny dentro de cela durante audiência em Moscou

    Crédito: Foto: BABUSHKINSKY DISTRICT COURT/REUTERS

O Kremlin disse que a reação do Ocidente foi inaceitável e “absolutamente raivosa”. Putin ainda não comentou a morte de Navalny.

A mãe de Alexei Navalny foi informada, neste sábado (17), que o mais proeminente opositor russo foi acometido pela “síndrome da morte súbita” e que seu corpo não seria entregue à família até que uma investigação seja concluída.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

Nossa Casa TV © Todos direitos reservados