Home » Naufrágio de 3.300 anos “muda a compreensão” da navegação no mundo antigo | CNN Brasil

Naufrágio de 3.300 anos “muda a compreensão” da navegação no mundo antigo | CNN Brasil

por tiagotortella
0 Comente
naufragio-de-3.300-anos-“muda-a-compreensao”-da-navegacao-no-mundo-antigo-|-cnn-brasil

Um navio de 3.300 anos foi descoberto no fundo do Mar Mediterrâneo, sendo esse um dos naufrágios mais antigos já descobertos. Isso altera a compreensão da navegação no mundo antigo, de acordo com a Autoridade de Antiguidades de Israel.

Estima-se que a embarcação seja do século 13 ou 14 A.C., pontuou a autoridade em comunicado. Ela foi descoberta a 90 quilômetros da costa, a 1,8 quilômetros de profundidade.

Além disso, centenas de jarros intactos foram encontrados a bordo.

Os restos do navio foram achados durante uma pesquisa ambiental do fundo do mar pela Energean, uma empresa londrina de produção de gás natural, segundo Karnit Bahartan, chefe da equipe ambiental da companhia.

Durante a pesquisa, eles identificaram algo incomum, “que parecia ser um grande aglomerado de urnas”, relatou Bahartan. Ao final, isso era uma “descoberta sensacional, mais do que qualquer um de nós poderia ter imaginado”, ela acrescentou.

A Energean então conduziu uma operação para retirar os jarros dos destroços. Eles serão exibidos no recém-construído Campus Nacional Jay e Jeanie Schottenstein para a Arqueologia de Israel, em Jerusalém.

Empresa retira objetos de naufrágio no Mar Mediterrâneo / Emil Eljam/Israel Antiquities Authority via CNN Newsource

Yaakov Sharvit, diretor da Unidade de Arqueologia Marítima da autoridade de antiguidades, destacou que o barco pode ter naufragado por uma tempestade ou por um encontro com piratas.

“Este é o primeiro e mais antigo naufrágio descoberto até agora nas profundezas do mar no Mediterrâneo oriental”, pontuou.

Sharvit afirmou que os jarros encontrados a bordo eram comerciais e que provavelmente continham óleo, vinho ou outros produtos agrícolas, como frutas.

Robô traz à superfície jarros de naufrágio no Mar Mediterrâneo.
Robô traz à superfície jarros de naufrágio no Mar Mediterrâneo. / Energean via CNN Newsource

Até a descoberta deste naufrágio, entendia-se que as viagens comerciais eram feitas de porto a porto, sendo possível enxergar a costa a partir da embarcação, e não através de extensões marítimas “abertas”.

“O navio que acaba de ser descoberto muda a compreensão da navegação no mundo antigo”, avaliou Sharvit.

“A descoberta mostra as impressionantes capacidades de navegação dos [povos] antigos, que tornaram possível cruzar o Mar Mediterrâneo sem qualquer contato visual com a costa – já que desta distância [que o barco foi encontrado] só se pode ver a linha do horizonte”, adicionou.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

inglês

versão original

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

Nossa Casa TV © Todos direitos reservados