Home » Oposição vai à PGR pedir investigação de Lula por racismo em polêmica sobre Israel

Oposição vai à PGR pedir investigação de Lula por racismo em polêmica sobre Israel

por Agora Noticias Brasil
0 Comente
oposicao-vai-a-pgr-pedir-investigacao-de-lula-por-racismo-em-polemica-sobre-israel

Parlamentares da oposição se mobilizam para apresentar ainda nesta terça-feira (20) uma notícia-crime à Procuradoria-Geral da República para que o presidente Lula seja investigado pelo crime de racismo pela declaração em que comparou a guerra na Faixa de Gaza ao Holocausto.

Na peça que será enviada ao procurador-geral da República, Paulo Gonet, a qual a CNN teve acesso, os advogados argumentam que as declarações de Lula são de cunho antissemitista.

No último domingo (18), durante a viagem à África, o presidente da República afirmou que “o que está acontecendo na Faixa de Gaza com o povo palestino não existe em nenhum outro momento histórico; aliás, existiu, quando Hitler resolveu matar os judeus”.

  • Senador Flávio Dino obtém assinaturas para PEC que extingue aposentadoria compulsória
  • Dilma vetou presidente do Museu do Holocausto para embaixada

A oposição argumenta que a manifestação, além de constituir crime de racismo, ainda tem o potencial lesivo de estimular o ódio contra populações judaicas.

“Antissemitismo não é parte do posicionamento político. Invocar a memória do Holocausto justamente contra as vítimas do regime não é parte do posicionamento político. Equiparar Hitler e os judeus jamais será parte do posicionamento político”, afirma a peça.

Outro argumento que aparece é o da liberdade de expressão. Os advogados alegam que “a liberdade de expressão comporta limitações” e que não inclui incitar a prática de discriminação.

O poderio de investigação também recupera todo o contexto de repercussão das declarações de Lula, que foi considerado “persona non grata” pelo governo de Israel.

Os parlamentares também anexaram imagens de soldados israelenses e famílias de um kibutz que teriam sido mortos por integrantes do grupo terrorista Hamas nos ataques de 7 de outubro do ano passado.

Os advogados também recuperaram um trecho de uma entrevista dada por Lula à revista Playboy, em 1979, em que ele afirma: “Hitler, mesmo que tenha errado, tinha aquilo que eu admiro num homem, o fogo de se propor a fazer alguma coisa e tentar fazer”.

Na sequência, a revista pergunta se o petista admirava o ditador nazista e Lula responde: “não, não”. “O que eu admiro é a disposição, a força, a dedicação. É diferente de admirar as ideias dele, a ideologia dele.”

A notícia-crime, acredita a oposição, pode ajudar a embasar um pedido de impeachment que será protocolado na Câmara dos Deputados.

Até o fechamento desta reportagem, 118 parlamentares tinham endossado o texto que acusa Lula de crime de responsabilidade.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

Nossa Casa TV © Todos direitos reservados