Home » Pacheco entra com recurso no STF contra liminar de Zanin que barrou desoneração

Pacheco entra com recurso no STF contra liminar de Zanin que barrou desoneração

por Agora Noticias Brasil
0 Comente
pacheco-entra-com-recurso-no-stf-contra-liminar-de-zanin-que-barrou-desoneracao

O presidente do Senado e do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), entrou com recurso, na noite desta sexta-feira (26), contra liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal Cristiano Zanin que suspendeu os efeitos da desoneração de folha de pagamento. O Agravo Regimental, assinado pela advocacia do Senado, pede a reconsideração da medida cautelar imposta de forma monocrática por Zanin.

A cautelar foi concedida dentro da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 7633, apresentada ao STF pelo governo federal. Ao contestá-la, os advogados do Senado afirmam que, “em primeiro lugar, é preciso destacar que a decisão monocrática do eminente ministro Cristiano Zanin não observa os preceitos legais.”

“O processo constitucional de controle concentrado pelos instrumentos de ADI e de ADC jamais previu a possibilidade de deferimento de medida cautelar por decisão monocrática do relator. Assim, é claro que a legislação de regência no caso das ações diretas de inconstitucionalidade não autoriza o relator a deferir medidas cautelares monocraticamente”, escreveram os advogados.

“Trata-se de uma decisão nula, porque violadora do devido processo legal e, ainda, do princípio da independência e harmonia entre os Poderes, já que a simetria constitucional exige que uma norma aprovada pelo colegiado das duas casas do Congresso Nacional somente tenha sua eficácia suspensa pela maioria absoluta dos membros do Supremo Tribunal Federal”, sustenta a advocacia do Senado.

 

Placar de 4 a 0 a favor do governo
O Agravo Regimental questiona ainda a abertura de sessão em plenário virtual para referendar ou não a liminar de Zanin, “sem que sequer fossem ouvidos, tempestivamente, o Congresso Nacional e o Procurador-Geral da República”. Até o fechamento deste texto, o ministro já havia sido acompanhado por Flavio Dino, Gilmar Mendes e o presidente do STF, Luís Roberto Barroso, formando o placar na sessão virtual de 4 a 0 a favor da manutenção da cautelar.

Papel da AGU
Outra crítica é em relação ao advogado-geral da União, Jorge Messias, que assina a ADI 7633 junto com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “O chefe da Advocacia-Geral da União, neste caso, deixa de observar o seu papel de curador da lei, já que assina a inicial da ADI”, afirmam os advogados do Senado.

Mérito da questão
Na discussão sobre o mérito da questão, o Senado questiona o argumento da AGU de que o Art. 113 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias (ADCT) da Constituição Federal obriga o parlamento a indicar fontes de compensação à perda de arrecadação resultante da desoneração da folha de pagamento. “A sua finalidade apenas a de assegurar que o Congresso Nacional tenha prévio e adequado conhecimento acerca do impacto orçamentário e financeiro de proposta que crie ou altere despesa obrigatória ou renúncia de receita. Trata-se, portanto, de requisito formal”, rebate a advocacia do Senado.

“Na ocasião da propositura do Projeto de Lei n. 334, de 2023, que deu origem à norma legal sob escrutínio, o texto da proposta limitava-se à prorrogação da desoneração da folha, cujo impacto orçamentário e financeiro já era conhecido do Congresso Nacional e de todo o País, pois se tratava de programa vigente e em execução no Orçamento Anual de 2023”, argumentam os advogados.

Pedido de retratação
O Senado pede ao STF a retratação diretamente a Cristiano Zanin que “exerça juízo de retratação”, com a revogação da liminar concedida ao governo federal. Os advogados pedem que, caso Zanin “não reconsidere a decisão no mérito”, que ao menos reconheça “a sua nulidade por violação” à legislação que, segundo eles, deixa clara a “incompetência do relator para “para conceder medida cautelar” nesse caso.

 

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

Nossa Casa TV © Todos direitos reservados