Home » Senador Flávio Dino obtém assinaturas para PEC que extingue aposentadoria compulsória

Senador Flávio Dino obtém assinaturas para PEC que extingue aposentadoria compulsória

por Agora Noticias Brasil
0 Comente
senador-flavio-dino-obtem-assinaturas-para-pec-que-extingue-aposentadoria-compulsoria

O senador Flávio Dino (PSB-MA) atingiu, nesta terça-feira (20/2), o número de assinaturas necessárias para protocolar a proposta de emenda à Constituição (PEC) que propõe o fim da aposentadoria compulsória para militares e juízes que cometerem delitos graves. Dos 81 senadores, Dino precisava de pelo menos 27 assinaturas e já obteve 29.

Dino toma posse como ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira (22/2). Nesta terça, ele se despede do mandato de senador da República, ao qual foi eleito em 2022.

O parlamentar se licenciou do Senado no início de 2023 para assumir o Ministério da Justiça e Segurança Pública no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), onde permaneceu até fevereiro deste ano.

A PEC sobre o fim da aposentadoria compulsória propõe, como punição máxima para militares e juízes que cometem delitos graves, a expulsão do serviço público e sem aposentadoria compulsória.

  • Ex-ministro Paulo Sérgio Nogueira contrata advogado especialista em Justiça Militar
  • Dilma vetou presidente do Museu do Holocausto para embaixada
  • Contador de Lulinha: Entre Loterias Milionárias e o PCC

Para o parlamentar, a moralidade e a supremacia do interesse público devem alcançar todos os agentes do serviço público, inclusive os que ocupam cargos vitalícios — como os magistrados do Ministério Público. “Não há vitaliciedade que se sobreponha à moralidade administrativa”, afirmou o senador na justificativa do projeto.

“Aposentadoria se destina a assegurar dignidade ao trabalhador que, após regular cumprimento de suas obrigações laborais, deve ser transferido para a inatividade. Esse pressuposto torna inadequada a utilização do instituto da aposentadoria (ou pensão por morte ficta ou presumida) para justificar’aparente quebra’ de vínculo entre o Poder Público e o servidor que tenha cometido conduta grave que acarrete alto grau de desmoralização do serviço público e perda da confiança nas instituições públicas”, consta no texto da PEC.

A proposta sugere o fim da transferência de militares dos estados, do Distrito Federal e territórios para a inatividade como sanção pelo cometimento de infrações disciplinares.

Para Dino, a regra atual, que permite o pagamento de aposentadoria para militares e magristrados que cometeram delitos, é um “desvio de finalidade” do benefício.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

Nossa Casa TV © Todos direitos reservados