Home » Tanques israelenses patrulham fronteira com Gaza após mortes de mais reféns | CNN Brasil

Tanques israelenses patrulham fronteira com Gaza após mortes de mais reféns | CNN Brasil

por diegopavao
0 Comente
tanques-israelenses-patrulham-fronteira-com-gaza-apos-mortes-de-mais-refens-|-cnn-brasil

Forças israelenses, apoiadas por tanques e outros blindados, foram vistas operando ao longo da fronteira Israel-Gaza neste domingo (11) em meio à fumaça de ataques aéreos israelenses lançados contra o enclave.

O gabinete do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse que ordenou que os militares desenvolvessem um plano para esvaziar Rafah e destruir quatro batalhões do Hamas, que diz estarem implantados lá.

A maioria dos deslocados procura abrigo em Rafah, na fronteira com o Egito, mas após negociações infrutíferas de cessar-fogo, Netanyahu disse esta semana que as forças israelenses lutarão até a “vitória total.”

Os militares de Israel ordenaram que os civis fugissem para o sul antes de ataques anteriores às cidades de Gaza, mas agora não há lugar óbvio para ir e agências de ajuda humanitária disseram que muitas pessoas podem morrer.

O conflito em Gaza começou em sete de outubro, quando homens armados do Hamas invadiram as defesas fronteiriças para atacar cidades israelenses, matando cerca de 1.200 pessoas, a maioria civis, e levando cerca de 250 reféns de volta a Gaza, de acordo com cálculos israelenses.

Israel respondeu com um bombardeio maciço e uma ofensiva terrestre na qual mais de 28 mil palestinos, principalmente civis, foram mortos, de acordo com autoridades médicas em Gaza, administrada pelo Hamas.

Ataques israelenses na Faixa de Gaza nas últimas 96 horas mataram dois reféns israelenses e feriram gravemente outros oito, a ala armada do Hamas, as Brigadas Al Qassam, disseram neste domingo (11) no canal de Telegram do grupo.

“Suas condições estão se tornando mais perigosas à luz da incapacidade de fornecer-lhes tratamento adequado. Israel em total responsabilidade pelas vidas dos feridos devido ao bombardeio contínuo”, disse o comunicado, sobre os reféns restantes.

Durante uma semana de trégua no final de novembro, o Hamas libertou mais de 100 reféns israelenses e estrangeiros em troca de Israel libertar cerca de 240 prisioneiros palestinos.

O porta-voz militar de Israel, o contra-almirante Daniel Hagari, disse nesta terça-feira (06) que 31 dos reféns restantes mantidos pelo Hamas em Gaza estão mortos.

“Nós informamos às 31 famílias que seus entes queridos capturados não estão mais entre os vivos e que os declaramos mortos”, disse ele em uma coletiva de imprensa regular.

Israel disse que 136 reféns ainda estão detidos em Gaza.

O Clube de Prisioneiros Palestinos, que documenta e cuida de todos os detidos palestinos, emitiu um comunicado no domingo dizendo que o número de palestinos que foram presos desde outubro chegou a 6.950 pessoas.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

Nossa Casa TV © Todos direitos reservados