Home » Tentativas de contratar carro funerário para Navalny foram impedidas, diz porta-voz | CNN Brasil

Tentativas de contratar carro funerário para Navalny foram impedidas, diz porta-voz | CNN Brasil

por Leo Lopes
0 Comente
tentativas-de-contratar-carro-funerario-para-navalny-foram-impedidas,-diz-porta-voz-|-cnn-brasil

Aliados do falecido opositor russo Alexei Navalny disseram, nesta quinta-feira (29), que as tentativas de alugar um carro funerário para levar seu corpo ao seu próprio funeral em Moscou, nesta sexta-feira (29), foram frustradas por indivíduos desconhecidos.

Kira Yarmysh, porta-voz de Navalny, disse no X (antigo Twitter) que indivíduos desconhecidos ameaçaram os fornecedores de carros funerários por telefone e que, como resultado, ninguém concordou em transportar seu corpo.

Ivan Zhdanov, outro aliado, disse que a equipe de Navalny enfrentaria a situação e encontraria uma solução de qualquer maneira.

Navalny, que morreu em 16 de fevereiro aos 47 anos em uma colônia penal no Ártico, deve ser enterrado na capital russa, nesta sexta-feira (1º), após um serviço religioso no subúrbio sudeste onde morava.

Os aliados do crítico do Kremlin – que prometeram transmitir ao vivo o seu funeral online – acusaram as autoridades de bloquearem um serviço memorial civil que queriam realizar para ele.

O Kremlin disse que não tem nada a ver com tais acordos.

Na quinta-feira, os aliados de Navalny apelaram às pessoas que queriam honrar a sua memória, mas não podem comparecer ao seu funeral, para irem a determinados pontos turísticos nas suas próprias cidades na noite de sexta-feira, às 19 horas, hora local.

A julgar pelas reuniões anteriores de apoiadores de Navalny – que as autoridades russas designaram como extremistas apoiados pelos EUA – é provável uma forte presença policial e as autoridades acabarão com qualquer coisa que considerem semelhante a uma manifestação política ao abrigo das leis de protesto.

A esposa de Navalny, Yulia, disse não ter certeza se o funeral em si será pacífico ou se a polícia irá prender os participantes.

Os aliados de Navalny acusaram o presidente Vladimir Putin de tê-lo assassinado porque o líder russo alegadamente não poderia tolerar a ideia de Navalny ser libertado numa potencial troca de prisioneiros.

Eles não publicaram provas para apoiar essa acusação, mas prometeram explicar como ele foi assassinado e por quem.

O Kremlin negou o envolvimento do Estado na sua morte e disse não ter conhecimento de qualquer acordo para libertar Navalny. Sua certidão de óbito – segundo aliados – dizia que ele morreu de causas naturais.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

Nossa Casa TV © Todos direitos reservados