Home » Urgente: Alexandre de Moraes autoriza quebra de sigilo de Carlos Jordy

Urgente: Alexandre de Moraes autoriza quebra de sigilo de Carlos Jordy

por NCTV
0 Comente
Deputado federal Carlos Jordy Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a quebra de sigilo telemático do deputado federal Carlos Jordy (PL-RJ). O parlamentar foi alvo de buscas da 24ª fase da Operação Lesa Pátria. Na manhã desta quinta-feira (18), agentes da Polícia Federal foram ao gabinete do congressista na Câmara, em Brasília, e na casa dele, em Niterói, no Rio de Janeiro.

Na decisão, o ministro da Suprema Corte autorizou investigadores a acessarem mensagens no celular do parlamentar, computador, mídias e aparelhos telefônicos apreendidos, além de email e contas das redes sociais, aplicativos e serviços de mensagens, para fins de análise e perícia.

Após ter sido alvo das buscas, Jordy seguiu para a Superintendência Regional da Polícia Federal no Rio de Janeiro para prestar depoimento. Ao chegar ao local, ele conversou com jornalistas e reforçou não ter qualquer envolvimento com os atos de 8 de janeiro do ano passado.

– Em momento algum fiz incitações. Nunca incitei, muito menos financiei, não tenho relação alguma com o 8 de janeiro e ninguém dessas pessoas que foram para os quartéis-generais. Eles dizem que há mensagens minhas, que eu seria um articulador, mas é mentira. A não ser que estejam fazendo uma armação pra mim, e tudo me leva a crer que é isso – declarou.

SOBRE A OPERAÇÃO
Jordy foi alvo de buscas, na manhã desta quinta, da 24ª fase da Operação Lesa Pátria, ação deflagrada pela Polícia Federal (PF) para, segundo a corporação, identificar pessoas que planejaram, financiaram e incitaram atos ocorridos entre outubro de 2022 e o início do ano passado, no interior do estado do Rio de Janeiro.

Agentes da PF foram até a Câmara dos Deputados para cumprir mandados expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) contra o parlamentar. Além das buscas na Câmara, os policiais também foram a um endereço ligado ao congressista no Rio de Janeiro.

Ao todo, dez mandados de busca e apreensão foram expedidos pelo Supremo Tribunal Federal, no estado do Rio de Janeiro e no Distrito Federal. Segundo a PF, os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, associação criminosa e incitação ao crime.

Jordy está atualmente em seu segundo mandato consecutivo como deputado federal. Em 2022, o congressista foi reeleito com mais de 114 mil votos no Rio de Janeiro.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

Nossa Casa TV © Todos direitos reservados